Aprenda a decorar com tapetes

Confira as principais dicas para encaixar bem o tapete na decoração de diferentes cômodos

O tapete é e sempre foi conhecido como um dos elementos coringas de decorações domésticas e comerciais. Nos tempos de hoje, em que cada vez mais se prega a liberdade na decoração, não há regras quanto ao tamanho, formato e cores do tapete. Contudo, é importante atentar-se a algumas dicas para manter todos os elementos do ambiente harmônicos, ainda mais quando se preza por criar uma marca de identidade específica no local, como a decoração escandinava, clássica ou rústica.

A melhor aposta para mudar rapidamente o visual de um ambiente é o tapete, que é capaz de trazer elegância, aconchego e tornar tudo mais convidativo. Ainda mais para ambientes mais gelados, que é o caso de Curitiba na maior parte do ano, eles são capazes de aquecer o ambiente.

Optar por um tapete redondo ou um modelo menor, porém deslocado da composição dos móveis, pode personalizar a decoração e chamar a atenção para os detalhes, dando um ar sofisticado para o ambiente.

Os tapetes também são capazes de delimitar o ambiente e facilitar o posicionamento dos móveis. O segredo é escolher o tapete sempre pensando na necessidade e no uso que ele terá no cômodo. O ambiente em que ele será colocado e a rotina de quem frequenta o ambiente também são pontos importantes ao pensar na escolha.

Tamanho do tapete

Por, como dito anteriormente, poder ser utilizado como limitador do ambiente, a atenção deve se dobrado quando se busca estabelecer a medida ideal do tapete, pensando no ambiente em que ele será posicionado. No caso de salas de TV, estar ou de jantar, o correto é que o tapete esteja a 20cm abaixo de cada um dos móveis que compõem o ambiente. Já em corredores, o tapete deve dar a possibilidade de ver o piso existente por todos os lados.

Formato

Não existe nenhuma regra para escolher o formato do tapete ou o que mais combina com o ambiente em que ele ficará. Contudo, ambientes clássicos dão preferência para modelos quadrados. Já quando se quer ousar mais, o tapete redondo mantém a elegância com um toque mais moderno.

Também é válido usar tapetes sobre outros tapetes, com diferentes formatos geométricos para chamar a atenção, torna-lo a estrela do ambiente ao invés de um elemento meramente aconchegante.

Desenhos

O padrão do tapete deve ser pensado pensando no conjunto da obra. A textura, as estampas e as cores que já existem na decoração são elementos que devem ser levados em conta na hora da escolha. O projeto do cômodo, inclusive, pode girar em volta da estampa do tapete, desenvolvendo-se a partir disso. Desenhos mais marcantes são obras de arte que determinam a personalidade do ambiente.

Espessura

Pode parecer um tópico bobo, mas é imprescindível pensar nisso. Se for colocado em um ambiente com grande circulação de pessoas, é importante lembrar que é muito desconfortável caminhar e tropeçar no tapete por causa de sua espessura fina. Os mais grossos são ótimos em salas de TV e quartos, já que as pessoas costumam caminhar descalças no ambiente.

 

Gostou das dicas sobre tapetes? A dica de ouro é sempre combinar com a almofada! Continue acompanhando o blog da CGL para mais informações sobre construção civil e decoração.

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Outros Posts