Dicas para conseguir comprar uma casa nova sem aperto

Consideramos que, aqui na CGL, fazemos questão de ajudar as pessoas a concretizar seu sonho de ter uma casa nova e perfeita para suas necessidades. Afinal, quem é que não quer conforto, qualidade e segurança, não é?

Sabemos que este é um sonho um tanto difícil de conseguir, mesmo que praticamente todos tenham. Na verdade, a renda não é sempre a principal dificuldade para conseguir comprar uma casa nova, já que o planejamento faz muita diferença.

Se você sonha com uma casa nova, o texto de hoje é pra você. A CGL foi atrás da opinião de especialistas financeiros para saber quais são as dicas essenciais que alguém que queira adquirir um novo lar precisa saber. Olha só.

Disciplina e planejamento trazem uma casa nova

O primeiro a se fazer é pesquisar, pesquisar muito. Descobrir qual negócio fazer e quem serão as fontes de financiamento, buscando juros baixos, é o essencial. Sabe-se, por exemplo, que é preciso escolher um bom negócio com a certeza de que poderá ser quitado em até 30 anos ou pouco mais.

Segundo o educador financeiro Marcos Silvestre, o ideal é que, assim que nasce a ideia de comprar uma casa nova, se economize 30% da renda. É o primeiro passo do planejamento, já que assim o comprador já se acostuma a ter uma parcela da renda fixa consumida pelas parcelas. O ideal, claro, é que as prestações não consumam mais do que 30% da renda mensal, para seguir o planejamento.

Será necessário considerar, além dos valores das centenas das cerca de 360 parcelas (360 meses = 30 anos), os juros praticados no mercado. Para financiamento de residências, os juros iniciam entre 6 e 10% ao ano nos melhores negócios. Nesse caso, vale tentar uma boa conversa com o gerente do seu banco para conseguir uma negociação razoável.

O segundo passo é economizar pelo menos 20% do imóvel para dar de entrada. Segundo Marcos, a maior parte das linhas de crédito permite financiar até 80% do valor da casa nova.

Vale lembrar de algo óbvio, mas necessário: quanto mais o futuro proprietário poupar, menor serão as parcelas no futuro. Portanto, tudo precisa ser feito com calma, sem empolgação, para evitar apertos.

Casa nova - CGL - blog
O maravilhoso condomínio Jardins São Lourenço, um projeto da CGL. Imagem: CGL.

Considerar todos os gastos que uma casa nova pode trazer é essencial. Quem divide moradia, mora de aluguel ou com os pais, não tem as mesmas contas mensais do que quem mora sozinho em casa própria. Luz, água, telefone, internet, taxa de lixo, IPTU e seguro residencial são exemplos.

Outros gastos adicionais importantes são aqueles burocráticos, necessários para ter a casa 100% regularizada. Segundo Marcos, somando os custos com ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis), cartório, análise jurídica, escritura e semelhantes o valor chega perto de 4% do valor do imóvel.

Ah! Na hora de escolher onde será sua casa nova, vale muito considerar o custo de vida na região e a proximidade de comércios variados. O gasto na vida cotidiana ao longo do ano terá, obviamente, um grande impacto nas finanças e pode atrapalhar o pagamento das parcelas.

E aí, gostou das dicas? Esperamos ter dado você algumas ideias sobre como ter uma casa nova dentro de pouco tempo.

A CGL gostaria muito de fazer parte do seu sonho. Afinal, nossos projetos se concretizam em lares confortáveis, seguros e localizados em regiões incríveis, em ótimos locais da cidade.

Aproveite que está aqui no site e dê uma olhada em nossos lançamentos. Certamente algum deles pode muito bem ser o local onde sua casa nova está!

Com informações de UOL.

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Outros Posts