3 roteiros para conhecer Curitiba em um dia

Você sabia que viajar, explorar novos ambientes e cidades estão entre as atividades que geram maior felicidade e benefícios para a mente e corpo? Neste artigo, conheça 3 rotas que permitem conhecer Curitiba, a capital do Paraná, em apenas um dia. Confira!

Tempo de leitura: 07 minutos.

Segundo um estudo divulgado pela Fundação CODESC de Seguridade Social, viajar é um ótimo remédio para a saúde e qualidade de vida. De 2.250 entrevistados, 93% dos viajantes acham que viajar tem o poder de aproximar a família.

Quando falamos em viagens, logo associamos a destinos internacionais com longos períodos de folga e muitos custos envolvidos. Porém, não é necessário ir muito longe para curtir as novas paisagens e o merecido descanso entre família e amigos.

Entre diversas opções turísticas brasileiras, conhecer Curitiba se destaca entre os viajantes pela organização da cidade, sustentabilidade e praticidade nos roteiros de passeio.

Por isso, se você deseja viajar sem investir muito tempo ou dinheiro, apresentamos a ideia de 3 roteiros de um dia em Curitiba. Com opções de parques, restaurantes e dicas para os turistas e até mesmo os curitibanos explorarem a cidade! Continue a leitura! 

Roteiro 1: comece pelo Jardim Botânico de Curitiba

Para começar o primeiro roteiro, que tal um passeio ao ar livre? 

Com uma estufa de vidro com 3 cúpulas e repleta de plantas e flores, o Jardim Botânico se destaca como um dos pontos turísticos mais famosos de Curitiba e do Brasil. Afinal, nada melhor do que começar o dia passeando pelas trilhas arborizadas e pelo jardim das sensações.

Em Curitiba, os visitantes também podem passear de um ponto turístico a outro por meio da Linha Turismo. Com uma única passagem, o ônibus passa em diversos parques, museus e várias atrações da capital paranaense. O Jardim Botânico está entre elas! Por isso, depois de conhecer o parque, vale a pena pegar o ônibus especial da Linha Turismo e seguir o passeio com tranquilidade.

O roteiro dos ônibus é totalmente guiado e faz uma verdadeira excursão pela cidade completa. Do Jardim Botânico vamos para Santa Felicidade, bairro tradicional italiano com uma fama nacional pelos deliciosos restaurantes.

É nesta região que encontramos o Restaurante Madalosso! O estabelecimento já ganhou diversos prêmios, entre eles a posição de maior restaurante da América Latina com 4.500 lugares.

No Madalosso são servidos vários tipos de massas, risoto, frango, polenta frita e saladas. Os curitibanos consideram o sabor inigualável. Porém, se você quiser almoçar em um local mais tranquilo, o Famiglia Fadanelli, Cascatinha e Casa dos Arcos são opções deliciosas e, sem dúvidas, irão te garantir um delicioso almoço italiano.

Depois de um delicioso almoço curitibano, que tal descansar em meio à natureza? O Parque Tingui fica bem próximo de Santa Felicidade, se tornando uma das opções favoritas para os turistas e moradores da cidade.

Com mais de 380 mil metros de área verde, o Parque Tingui também abriga o Memorial Ucraniano, uma homenagem aos imigrantes que vieram para Curitiba. O espaço é formado por uma réplica da Igreja de São Miguel Arcanjo, uma casa de madeira típica da Ucrânia, palco e portal. Várias festas típicas e apresentações folclóricas acontecem por lá.

Depois de um dia com vários passeios pela cidade, o próximo destino é para acompanhar o entardecer no Bar do Alemão! Localizado no Centro Histórico de Curitiba, o restaurante é conhecido pelo ambiente rústico, muito tradicional das tabernas alemãs.

O carro-chefe da casa é o Chopp Submarino, uma caneca de chopp com uma dose de Steinhäger dentro de uma canequinha, estrategicamente mergulhada no chopp. O mais interessante é que as canequinhas são temáticas e podem ser levadas como souvenir pelos clientes.

Roteiro 2 – café da manhã perfeito em Curitiba

Nada melhor do que começar o dia com um delicioso café da manhã, não é mesmo? Fundado em 1958, o Mercado Municipal de Curitiba é o cenário perfeito para o início de um dia de turismo na capital paranaense. Com mais de 360 barracas e lojas, o Mercado tem o foco na gastronomia autêntica.

Queijos, vinhos, ervas medicinais, especiarias, carnes e muitos produtos diferentes e orgânicos! O Café do Mercado se destaca pela variedade de grãos de café para compra ou consumo no local. Da cultura alemã até a japonesa, sem dúvidas, o passeio é uma mistura de culturas, cheiros e sabores.

Depois de explorar ao máximo as especiarias do Mercado, que tal continuar a tour pela arquitetura? Perto dali, no Centro Cívico, encontramos o Museu Oscar Niemeyer. Conhecido também como Museu do Olho ou MON, o espaço chama a atenção pelo seu formato e design.

Projetado pelo próprio Oscar Niemeyer, o museu recebe exposições em seu interior e também exterior. Ou seja, é possível conferir várias peças de arte gratuitamente, no vão livre do MON.

Agora, para desfrutar de uma visão completa da cidade de Curitiba, o próximo passeio é conhecer a Torre Panorâmica. Por muitos anos, o edifício foi conhecido como “Torre da Telepar”, justamente pela propriedade da Torre que por muitos anos foi da estatal.

Localizada no Mercês, a torre abriga um museu com a história da telefonia no Brasil. Subindo os mais de 109,5 metros, os visitantes desfrutam de uma vista 360° de Curitiba. 

Chegando no horário do almoço, os turistas não podem deixar de conferir as churrascarias curitibanas. Entre tantas opções, se destacam a Batel Grill e Jardins Grill. Ambos os restaurantes oferecem rodízio de carnes, massas e até mesmo comida japonesa. 

Em meio à natureza e com uns dos pores do sol mais bonitos da cidade, o Parque Tanguá é um dos queridinhos dos curitibanos. Depois de um almoço completo, vale a pena visitar o parque e curtir a calmaria que só o meio ambiente pode proporcionar.

Com dois lagos, cachoeiras e um túnel, o Parque Tanguá também tem uma estrutura completa para quem deseja curtir a tarde. Ciclovia, pista de corrida, lanchonete e amplos estacionamentos estão entre os destaques do parque. 

Para finalizar esse roteiro com chave de ouro, mantemos a proposta de vistas deslumbrantes ao sugerir o restaurante Terraza 40 para um jantar aconchegante com o seu cônjuge ou família. 

O espaço é conhecido nacionalmente por ser totalmente panorâmico e ter uma das vistas mais incríveis da capital paranaense. O cardápio é composto por massas, cortes de carne e frutos do mar. Caso você não queira jantar por lá, o espaço também é aberto para o pôr do sol. Das 17h às 19h, os visitantes podem aproveitar a Confeitaria Curitibana. 

Roteiro 3 – conheça a história de Curitiba

Entre as ruas antigas do Centro Histórico de Curitiba, todos os domingos pela manhã acontece a Feirinha do Largo da Ordem. Um dos programas favoritos para os curitibanos e turistas que amam artesanato ou que, simplesmente, desejam comer um pastel e tomar um caldo de cana rodeados de cultura. 

Além de diversos souvenirs da capital paranaense, os visitantes da feira também podem comprar produtos dos mais de 1.000 expositores.

Depois de um passeio cultural no centro da cidade, nosso roteiro segue para um dos pontos turísticos mais emblemáticos da capital paranaense, a Ópera de Arame. O teatro foi construído em 1992 e chama a atenção por sua estrutura totalmente em tubos de aço e placas de policarbonato. O auditório recebe eventos teatrais, musicais e formaturas há anos.

Ao lado da Ópera de Arame está a Pedreira Paulo Leminski. Uma área destinada a espetáculos ao ar livre. Entre os altos paredões de pedra, o espaço já foi palco para a Orquestra Sinfônica Brasileira, transmissões da Copa do Mundo de 2014 e até Cinema Drive-in, durante a pandemia da Covid-19. Juntas, a Ópera de Arame e a Pedreira Paulo Leminski formam o Parque das Pedreiras.

Menos de 15 minutos dali, encontra-se o Parque Barigui, um dos maiores e mais antigos da cidade. O lago cercado por capivaras, sombra fresquinha das inúmeras árvores, pista de ciclismo e o gramado verdinho formam o cenário perfeito para um passeio com a família ou amigos. Com mais de 1,4 milhão de metros quadrados, o Parque Barigui é o preferido dos curitibanos.

Com muito espaço suficiente para toda a criatividade na hora das brincadeiras, o parque se torna cenário de jogos de futebol e vôlei, piqueniques, passeios de bicicleta, patins e muita diversão.

Depois de um dia de muito turismo pela capital paranaense, nada melhor do que uma comida típica para fechar com chave de ouro! A carne de onça é um dos patrimônios culturais de Curitiba, tendo até mesmo um festival exclusivo para o prato. 

Neste petisco, a carne moída é servida crua e sem tempero sobre duas fatias de broa preta e sobre elas muita pimenta do reino, azeite de oliva, cebola branca, cebolinha e sal. Mais de 100 bares servem a iguaria, porém, se destacam a Mercearia Fantinato e BarBaran.

CGL: construímos para a vida acontecer em Curitiba

Oportunidades de explorar, conhecer e se divertir em Curitiba não faltam. Em cada bairro e em cada canto existe uma nova descoberta. A melhor maneira de aproveitar a cidade ao máximo é vivê-la todos os dias.

Somos a CGL Construtora e atuamos no mercado imobiliário curitibano desde 1993, construindo histórias e experiências que nos permitem atender todas as necessidades dos moradores da cidade.

Conheça hoje mesmo os lançamentos da CGL e faça roteiros diariamente entre o melhor da cultura e rotina curitibana.

Leia também:

Esperamos que tenha gostado dos nossos roteiros turísticos em Curitiba. Continue nos acompanhando. Até logo!

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on email

Outros Posts